Imagina sua vida sem dor nas costas

Imagina sua vida sem dor nas costas

Quem nunca precisou descartar uma oportunidade de passeio ou uma programação qualquer do dia a dia por conta da dor nas costas? Redução do rendimento no trabalho, mudanças de humor (prejudicando o convívio social) e influências negativas ao desempenho sexual também se tornam consequências recorrentes a quem sente dor nas costas.

Já é possível considerar a dor nas costas como um dos maiores desconfortos para o indivíduo, implicando em perda considerável da qualidade de vida. E se engana quem pensa que o problema afeta somente as pessoas com mais idade, o público mais jovem (incluindo crianças e adolescentes) também recorre, de modo crescente, aos consultórios médicos com queixas de dor nas costas.

Livrando-se das dores nas costas

As promessas de “tratamentos milagrosos” existentes no mercado são variadas. E, na tentativa de se livrar da dor com um procedimento, aparentemente, mais rápido, o paciente pode acabar optando pela cirurgia em casos de doenças na coluna (como a hérnia de disco). Problemas que, muitas vezes, são simples e não necessitam de tratamentos invasivos.

O resultado é que, mesmo agressivos, os procedimentos adotados não trazem benefícios significativos em vários casos. Por conta da falta de sucesso com tantos tratamentos invasivos, muitas pessoas acabam desistindo de se livrar das dores, tentando conviver com a condição dolorosa. Mas ninguém deve se acostumar com a dor nas costas e nem com o problema que está por trás.

O tratamento desenvolvido pelo ITC Vertebral utiliza somente tecnologia e técnicas modernas de fisioterapia manual. Nenhum processo cirúrgico é adotado no programa. Mais de 32.000 pacientes já foram beneficiados de forma satisfatória, alcançando o alívio das dores e a solução para o problema na coluna.

No ITC Vertebral, sempre enfatizamos a importância da manutenção dos resultados obtidos com o tratamento, através do fortalecimento muscular com alguma atividade física, especialmente Pilates ou musculação. Orientamos o paciente para que ele entenda que se não houver uma continuidade dos cuidados no pós-tratamento, grandes serão as chances de recidivas. Este é o segredo de um tratamento eficaz!

Fonte: Hérnia de Disco

Deixe um comentário

Comentário (requeridos)

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requeridos)
E-mail (requeridos)

Anti-spam * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.